nacional-veteranos

O Campeonato Nacional de Veteranos decorreu na última semana em Vale do Lobo e os tenistas nortenhos até estiveram em bom plano nos diferentes escalões.

Conheça a prestação dos tenistas nortenhos no Campeonato Nacional Veteranos 2020

8 Outubro, 2020

O Campeonato Nacional de Veteranos decorreu na última semana em Vale do Lobo e os tenistas nortenhos até estiveram em bom plano nos diferentes escalões.

Na variante masculina +35, Miguel Brito Gomez, da ANA Gondomar, foi o melhor nortenho em prova ao chegar até às meias-finais onde acabaria por ceder com o vice-campeão da prova, Gonçalo Pereira, por 6-2 e 6-1.

Já João Silva, do CT Porto, foi até aos quartos de final da competição sendo que Duarte Mendonça, do Sport Club do Porto, ficou-se pela primeira ronda da prova que acabou com a vitória de Fred Gil.

José Jervell, do LTC Foz e oriundo da fase de qualificação, Rodrigo Barbosa e Ricardo Soares, ambos do CS Nun’Alvares, ficaram-se pela 1.ª ronda do quadro principal da competição. Já José Mário Santos, do CT Porto, e Miguel Ribeiro (Lousada TA) não ultrapassaram o qualifying.

Na vertente de pares da mesma categoria (Masculinos + 35), Matthieu Garcia, do CT Porto, esteve em destaque e venceu mesmo o torneio ao lado de Gonçalo Pereira depois de vencer na final Bento Queiroz e José Relvas do CT Águeda e CT Paços de Brandão respetivamente, por 6-2 e 7-5.

José Jervell e Pedro Brito e Cunha, ambos do LTC Foz, ficaram-se pela primeira ronda da variante de pares sendo que Duarte Mendonça e João Silva, do Sport Club do Porto e CT Porto respetivamente, cederam nos quartos de final apenas com a dupla vice-campeã.

Nos pares mistos +35, Maria Alice Marques e João Silva, do CT Porto, foram os melhores nortenhos ao chegarem até à final da prova, cedendo apenas perante Fred Gil e Dominika Gorecka.

Miguel Brito Gómez, da ANA Gondomar, e Fátima Ferrer foram até aos quartos-de-final desta variante assim como Clara Estima e Jorge Miguens, ambos do CS Nun’Álvares.

Raquel Antello e Tiago Vásquez, da ET Maia e CS Nun’Álvares, respetivamente, foram até às meias-finais da prova onde só perderam para os vice-campeões Maria Alice Marques e João Silva.

Filipa Botelho e Ricardo Soares, também do CS Nun’Álvares, ficaram-se pela primeira ronda assim como Ana Godinho, do CT Porto, que fez parceria com Bruno Fonseca.

Já na vertente masculina +40, o destaque vai também para dois finalistas nortenhos: Matthieu Garcia, do CT Porto, voltou a ter bons resultados e venceu o título de campeão nesta categoria ao bater Mauri Brito Gomez, também do CT Porto, por 1-6, 6-2 e 10-8 no match tie-break que culminou um confronto muito equilibrado.

Jerónimo Ferreira, do CT Viana, também esteve em excelente plano e chegou até às meias-finais onde perdeu somente para o campeão da prova Matthieu Garcia com um resultado de 6-1 e 6-4.

Valter Martins e Tiago Vasquez, ambos do CS Nun’Álvares, ficaram-se pelos quartos de final da prova.

Luís Cardoso, do CT Guimarães, Pedro Brito e Cunha, do LTC Foz que veio do qualifying, Jorge Miguens, do CS Nun’Álvares e também oriundo do qualifying, Alexandre Teixeira, da ET Maia, José Soares, da ANA Gondomar, que veio igualmente da fase de qualificação, e Ricardo Magalhães, do CT Guimarães, ficaram-se pela primeira ronda do quadro principal da prova. Já Fernando Almeida, do CT Porto, e Mário Daniel do CS Nun’Álvares não passaram da fase de qualificação.

Nos pares desta categoria, o destaque vai para a dupla Mauri Brito Gomez e Miguel Brito Gomez, do CT Porto e ANA Gondomar, respetivamente, que se sagraram campeões da prova ao vencer na final a dupla Alexandre Sanches e João Marques, da CT Amadora e AT J Marques, respetivamente, por 6-2 e 6-3.

Alexandre Teixeira e Jerónimo Ferreira, da ET Maia e CT Viana respetivamente, chegaram até às meias-finais da prova onde só perderam para a dupla vice-campeã Alexandre Sanches e João Marques por 6-4 e 6-3. Ricardo Soares e Rodrigo Barbosa, ambos do CS Nun’Álvares, também ficaram pelas meias-finais e só perderam com a dupla que viria a sagrar-se campeã.

Jorge Miguens, do CS Nun’Álvares, e o seu parceiro Alexandre Moreira ficaram-se pelos quartos de final da variante de pares da categoria +40 assim como a dupla José Soares, da ANA Gondomar, e Tiago Vasquez, do CS Nun’Álvares. Luís Cardoso e Miguel Moreira, ambos do CT Guimarães, ficaram-se pela primeira ronda na categoria de +40 masculina.

Na vertente de pares mistos +40, mais um título para tenistas de clubes desta região. Isaura Faria e Matthieu Garcia, ambos do CT Porto, foram campeões depois de derrotarem numa final 100 porcento nortenha Magda Leal e Pedro Guimarães por 7-5 e 6-1.

Mauri Brito Gomez, do CT Porto, fez dupla com Deolinda Duarte e ficou-se pelas meias-finais e só perdeu para os vice-campeões Magda Leal e Pedro Guimarães.

Catarina Lopes e Henrique Assis, do CT Viana, e Alexandre Teixeira, da ET Maia, (que fez dupla com Susana Santos), ficaram na primeira ronda.

No escalão masculino de +45 o destaque maior a nível de tenistas nortenhos vai para Henrique Assis, do CT Viana, que esteve em excelente plano e foi à final da competição, cedendo apenas para David Coelho da Beloura TA.

Luís Sousa Pinto, do LTC Foz, e Frederico Fauvelet, do CT Porto, ficaram-se pelas meias-finais da prova enquanto que Gonçalo Gomes e Francisco Leitão, ambos do LTC Foz e que surgem no quadro principal depois de passarem a fase de qualificação com sucesso, cederam apenas nos quartos-de-final. Mário Guimarães, do CT Viana, ficou-se pela 1.ª ronda. Já João Sampaio e Miguel Fontes, ambos tenistas do LTC Foz, ficaram pelo qualifying.

Na variante de pares da categoria masculina de +45, António Moreira e Frederico Fauvelet, do CS Nun’Álvares e CT Porto, respetivamente, sagraram-se campeões depois de baterem na final a dupla, que também nortenha, Francisco Leitão e Gonçalo Gomes, do LTC Foz, por 6-7(2), 6-4 e 11-9 no match tie-break.

Destaque ainda para Henrique Assis e Mário Guimarães, do CT Viana, que chegaram até aos quartos de final da prova. João Sampaio e Miguel Fontes, do LTC Foz, perderam na primeira ronda.

Na categoria de +50 masculinos, a figura de proa nortenha foi António Moreira, do CS Nun’Álvares, que foi até à final da competição, cedendo apenas para Nuno Delfino na grande final com um resultado de 6-1 e 6-2.

Pedro Boanerges, do CT Porto, veio do qualifying e também esteve a um excelente nível e só cedeu nas meias-finais, precisamente, diante de António Moreira. Ricardo Martins, da LTC Foz, foi até aos quartos de final depois de passar o qualifying, sendo que Miguel Cruz, da ET Maia, e Pedro Oliveira, da LTC Foz, ficaram na primeira ronda do quadro principal. Simão Fernandes, do CT Porto, Carlos c Gomes, da LTC Foz, e João Monteiro, do CS Nun’Álvares, não passaram da fase de qualificação.

Na vertente de pares, Vasco Costa, do CT Porto, exibiu-se a bom nível e acabou mesmo por se sagrar campeão ao lado do algarvio Nuno Delfino.

Pedro Boanerges também esteve em destaque ao chegar até à final da prova ao lado do também tenista do CT Porto Simão Fernandes. Já Alexandre Saraiva e Pedro Guimarães, ambos do CT Porto, também estiveram em evidência depois de terem alcançado as meias-finais.

Fernando Almeida e Luís Monteiro, do CT Porto, ficaram-se pelos quartos de final da prova assim como Miguel Cruz, da ET Maia, que fez parceria com Luís Sousa. Por sua vez, João Monteiro, do CS Nun’Álvares, e Paulo Xavier, do CT Porto, ficaram pela primeira ronda da competição num quadro que contou com 10 tenistas nortenhos.

Nos pares mistos desta categoria (+50), Pedro Boanerges, do CT Porto, sagrou-se campeão ao lado de Maria Conceição Vinha ao bater na final Vasco Costa, do CT Porto, e Isabel Pinto por 6-0 e 6-2.

Nos +55 Masculinos destaque para a presença de Manuel Gomes, do CT Porto, que chegou ao quadro principal depois de passar o qualifying, mas perdeu na primeira ronda. O mesmo desfecho teve Alfredo Perez, do TL Boavista, que ficou pela primeira eliminatória do quadro principal depois de também ter ultrapassado o qualifying. Manuel Albino Lima, do CT Viana, e José Adelino Siva, do CT Porto, não conseguir passar a fase de qualificação.

Na vertente de pares, José Adelino Silva foi o melhor nortenho depois de ter chegado até às meias-finais da prova a fazer dupla com António Carrinho, cedendo apenas perante os campeões João Freitas e Paulo Travassos.

Alfredo Perez, do TL Boavista, e Manuel Albino Lima, do CT Viana, ficaram-se pelos quartos-de-final assim como Manuel Gomes do CT Porto, que fez dupla com Joaquim Costa. Vitor Hugo e Vitor Pereira, ambos do CT Porto, também conseguiram chegar até aos quartos de final. Carlos Louro, do CS Nun’Álvares saiu de cena da segunda ronda juntamente com o seu parceiro Arnoldo Heeren.

No quadro de masculinos +60, Vítor Pereira e Sílvio Meneses, ambos do CT Porto, foram os representantes nortenhos: Vítor Pereira fez um excelente torneio ao conseguir chegar até à final onde perdeu para José Alberto Pereira. Já Sílvio Meneses, que veio da fase de qualificação, acabou eliminado, precisamente, por Vítor Pereira na segunda ronda do quadro principal.

Nos pares, o nortenho Sílvio Meneses esteve muito bem e sagrou-se mesmo campeão ao lado de Ernesto Sousa, do CT Espinho, ao vencer na grande final a dupla Manuel Coimbra e Raúl Ferreira por 3-6, 6-3 e 10-2 no match tie-break.

Armando Sá, Rui Reis e Carlos Reis, todos tenistas do CT Porto, ficaram na primeira ronda da competição.

Na vertente de pares mistos de +60, Vítor Pereira, do CT Porto, foi até às meias-finais ao lado de Marília m. Pinto onde perdeu para as vice-campeãs Ana Amaro e Bento Queiroz. Conceição Novo e José Novo, do CT Viana, e Emília Monteiro e Carlos Reis, do CT Porto, ficaram na primeira ronda.

Na competição masculina de +65 Carlos Reis, do CT Porto, foi o único representante nortenho em ação e acabou derrotado logo na ronda inicial. Carlos Louro, do CS Nun’Álvares, não passou do qualifying.

Nos pares, o destaque nortenho vai para Fernando Costa, do CT Porto, que conseguiu ir até às meias-finais ao lado de Fernando Cunha.

No quadro de masculinos +70, Gaspar Coutinho, do CS Nun’Álvares, António Afonso e Nuno Allegro, ambos do CT Porto foram os representantes nortenhos: Gaspar Coutinho foram até aos quartos de final enquanto que Nuno Allegro não passou da primeira ronda.

Na vertente de pares, António Afonso a fazer dupla com Nélson Fernandes, e Nuno Allegro e Gaspar Coutinho, que foram parceiros, ficaram na primeira ronda.

No lado feminino, na categoria de +35, Filipa Botelho e Clara Estima, ambas do CS Nun’Álvares, ficaram-se pela primeira ronda assim como Raquel Antello, da ET Maia.

Na variante de pares, Sofia Prazeres, da ET Maia, esteve em grande destaque ao sagrar-se campeã com a sua parceira Dominika Gorecka. Raquel Antello esteve em excelente plano ao sagrar-se vice-campeã da prova ao lado de Bárbara Lopes. Já Filipa Botelho e Clara Estima cederam logo à primeira.

Na categoria +40 feminina, Magda Real, do CT Porto, foi coroada campeã depois de bater Paula Martins por 6-0 e 7-5. Isaura Faria, também do CT Porto, perdeu, precisamente, com Magda Leal na segunda ronda. Catarina Lopes, do CT Viana, também caiu na segunda ronda.

Na variante de pares de +40 feminina, as nortenhas também jogaram muito bem: Isaura Faria conseguiu sagrar-se campeã ao lado de Susana Marques e Magda Leal foi vice-campeã juntamente com a sua parceira Sandra Valente. Já Catarina Lopes jogou ao lado de Cláudia Pelixo e só acabou eliminada pela dupla campeã Isaura Faria e Susana Marques.

No quadro de +45, o destaque vai para Sofia Prazeres, da ET Maia, que foi vice-campeã enquanto que Carmo Teixeira Bastos conseguiu ir até às meias-finais já depois de ter conseguido o apuramento para a fase final em segundo lugar no Grupo I.

Na categoria de +50 feminina, o destaque vai para a nortenha Maria Alice Marques, do CT Porto, que chegou até às meias-finais e só perdeu perante a vice-campeã Deolinda Duarte.

Nos pares, Maria Alice Marques também esteve bem ao sagrar-se vice-campeã ao lado de Sikle Buss.

Na categoria de +60 feminina, o destaque no que às nortenhas diz respeito vai para participação de Conceição Novo, do CT Viana, que ao lado de Angélica Damião foi até às meias-finais de pares, onde só perdeu para as campeãs Maria João Marruz e Teresa Simões.

Nos +65 femininos, Conceição Novo foi até às meias-finais onde cedeu perante a campeã Teresa Simões.

Relacionados

vale-lobo-junior-open
Vale do Lobo Junior Open ‘coroa’ campeões nortenhos nos pares
portimao
Rodrigo Fernandes campeão com nortenhos em destaque em Portimão
pink-tour-2020
Lousada Pink Tour: inscrições para a última etapa de 2020 abertas até 21 de outubro
tenis-de-praia
Nortenhos voltam a fazer a festa no Nacional de Ténis de Praia
Lousada-Junior-cup
Lousada Junior Cup II: nortenhos com boas prestações na variante de pares